12/06/2008

Um outro evangelho

"Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema".
(Gálatas 1:6-8)


Queridos amigos:

Depois de muitos dias sem vir nesta "Esquina" para comunhão com vocês através das postagens, estou de volta. A agitação e corre-corre do dia-a-dia acabaram por me imobilizar quanto a estar aqui e poder repartir com vocês aquilo que Deus tem colocado no meu coração. Vendo o meu dia-a-dia neste último mês, posso reafirmar o quão necessário é viver a realidade das duas mensagens que postei anteriormente:
Remindo o tempo: as prioridades da nossa vida e Remindo o tempo: Contando os nossos dias diante do Senhor. E talvez seja assim mesmo, o Senhor nos leva a situações que permitem que sejamos provados exatamente naquilo que pregamos (ou postamos). Mas a Ele que sempre nos conduz com sua graça e amor seja todo o louvor!

Quero deixar aqui hoje uma breve reflexão da expressão que Paulo usou para os Gálatas: “um outro evangelho”.

Nada há tão maravilhoso para aqueles que sendo pecadores perdidos se tornaram filhos amados de Deus quanto ao fato de terem recebido o evangelho de Deus. Quão insondável é este evangelho! Quanta riqueza nos foi trazida da parte de Deus através deste evangelho! Ah, meus queridos, como Paulo diz, é o “evangelho das insondáveis riquezas de Cristo”! (Ef 3:8)

Pare um pouquinho aqui: permita cada palavra tocar o seu espírito. Quão grande é o evangelho que Deus nos outorgou: evangelho das insondáveis riquezas de Cristo!

Paulo estava chamando a atenção aos Gálatas, pois eles estavam deixando este evangelho e indo após outro evangelho. Que coisa terrível. E porque outro evangelho? Na verdade eles estavam acrescentando algo à graça de Deus. Estavam acrescentando algo à obra de Cristo. O que estava sendo pregado entre eles era que a graça não era suficiente, lhes era necessário acrescentar um punhado de coisas da lei, principalmente a circuncisão.

Mas para proteção dos irmãos ali, Deus levantou um Paulo para tocar a trombeta da verdade e a “plenos pulmões” dizer que seria anátema quem pregasse um evangelho que fosse além da graça de Deus.

“Senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo” (Gal 1:7). Não estaria isso ocorrendo hoje no meio da irmandade? Temos visto tantos desvios da verdade, tantas perversões do evangelho de Cristo.

Quando olhamos para a irmandade hoje, tão oprimida por sistemas religiosos, sistemas e tradições de homens, jugos terríveis, não seria isso que nosso irmão Paulo nos diria também? Creio que sim! Quanto legalismo tem sido imposto como uma forma de vida e não apenas isso, mas até mesmo como condição de salvação. “Cuidado irmãs, no inferno está cheio de mulheres que usam batom”, vociferou um pregador. Como se a entrada na glória fosse determinada por usar ou não um apetrecho de maquilagem. Quanta loucura!

Gostaria de proclamar com todas as minhas forças: qualquer coisa que seja acrescentada à graça de Deus é uma desonra e desprezo à pessoa do Senhor Jesus e à Sua obra na Cruz!

Oh, meus queridos, temos todas as coisas de Deus no evangelho de Jesus Cristo. Todas as coisas nos foram doadas no evangelho. Na verdade o evangelho é o próprio Senhor que nos foi dado! “Por que Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito...” (Jo 3:16) Tudo está nele, em Cristo! Do início ao fim. Toda a nossa salvação está nele. Em nada mais! Em nenhum sistema, em nenhum esforço da nossa parte, em nenhum credo religioso, em nenhuma prática, em nada que possamos fazer, mas está na bendita pessoa de Jesus Cristo!

Meu querido, vocês já experimentou essa graça maravilhosa de Deus? Você está seguro e descansado nEle, de que agora você é aceito diante do Pai por causa dEle e da sua obra na cruz? Espero que todos os que lêem esta postagem tenham uma firme certeza de que receberam o evangelho de Deus.

Todo evangelho que não dá a primazia a Cristo e à Sua obra, ou que não O tenha colocado como suficiente em tudo e em todos, é um “outro evangelho”! Fujamos deste “outro evangelho” para o verdadeiro evangelho. Corramos para:

o evangelho da graça de Deus (At 20:24);

o evangelho de Deus (Rm 1:1);

o evangelho de seu Filho (Rm 1:9);

o evangelho de Cristo (Rm 15:19);

o evangelho da glória de Cristo (2Cor 4:4);

o evangelho da vossa salvação (Ef 1:6);

o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo (Ef 3:8);

o evangelho da paz (Ef 6:15);

o evangelho de nosso Senhor Jesus (2 Ts 1:8);

o evangelho da glória do Deus bendito (1 Tm 1:11);

para CRISTO e Ele somente!

Deixo a seguir um pequeno vídeo da pregação do irmão John Piper com tradução para o português, que denuncia o “evangelho da prosperidade" como um "outro evangelho”.




Este é apenas um exemplo de um outro evangelho. Mas como tem sido tão difundido no Brasil, espero que esta postagem aqui seja de ajuda para nos alertar e encorajar a permanecermos nEle, que é o verdadeiro evangelho de Deus!

NAquele que é o nosso evangelho,

Comente com o Facebook:

3 comentários:

Anônimo disse...

Amén querido hermano, el evangelio de Cristo, amado hermano, cuán necesario es que estemos atentos a lo que Pablo nos menciona en Gálatas; en Cristo tenemos un descanso, y no hemos de poner esfuerzo de nuestra parte en agregar algo a aquello que nos ha sido dado en ÉL. Sin duda nuestra naturaleza dirá "algo tenemos nosotros que hacer", mas el viejo hombre no tiene cabida lo que es Celestial, pues la Gloria es de Dios. Y qué tenemos que hacer nosotros? ¿No es lo mismo lo que le preguntaron a Jesús: "¿Qué debemos hacer para poner en práctica las obras de Dios?". Y Jesús respondió "Esta es la obra de Dios, que creáis en el que él ha enviado", de la manera que recibisteis al Señor, así andad en Él... pues por gracia fuimos salvos, por medio de la fe, y nuestro andar en Él es también... por fe. ¡Gloria al Señor!
Un abrazo hermano Billy, tu hermano Sandro desde Chile.

Guta disse...

Amém!
lembrei agora daquele corinho...
'a tua graça é melhor que a vida
a tua graça é melhor que a vida
meus lábios te louvam
e a ti bendirei
em teu nome minhas mãos levantarei'
(salmo 63:3,4)
Paz!
Guta

Billy Pinheiro disse...

Sandro, irmão querido!
Paz seja sobre você e sua família! A glória é só dEle! A nossa salvação do início ao fim vem dEle; o nosso caminhar é também por fé nEle e naquilo que Ele fez por nós na cruz. Estamos incluídos nEle e em tudo aquilo que pertence a Ele. Glória a Deus!

Guta, irmã,
quão maravilhosa é essa lembrança do valor da Sua graça. Nada pode se comparar a ela. "Graça, grandiosa graça, graça de Jesus"!
Paz seja sobre você também.
Billy