08/10/2007

Lavar os pés uns dos outros

Queridos amigos:
iniciando mais uma semana de trabalho, desejo a benção de Deus sobre cada um de vocês! E pensando na comunhão, com o Senhor e uns com os outros, deixo mais um pequeno extrato do livro já citado em uma postagem anterior.
Tenham uma semana cheia das bençãos dAquele que é o Deus de toda graça!
NEle.
BP
*****
O Senhor amou Sua igreja e Se entregou por ela, e a santificou, purificando-a pela lavagem da água pela palavra, de forma a apresentá-la a Si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha ou ruga, ou qualquer outra coisa semelhante (ver Efésios 5:25b-27). O Senhor está nos lavando. Ele está lavando Sua igreja todo o tempo; esse é o Espírito da vida. Ele está santificando Sua igreja, purificando-a pela água com a palavra; essa é a obra consumada de Cristo. Ele está sempre nos purificando. Como a igreja necessita ser santificada e purificada todo o tempo, de maneira que Ele possa nos apresentar como uma igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer outro tipo de coisa!

Esse lavar dos pés é a comunhão. O Senhor disse: “Se não permitires que eu te lave, então não tens parte comigo”. Isso é comunhão. O que é comunhão? Comunhão é transmitir Cristo uns aos outros, e quando transmitimos Cristo uns para os outros, purificamo-nos. (grifo nosso)

Não sejamos tão orgulhosos a ponto de não permitir sermos lavados. Somos por demais orgulhosos algumas vezes. Achamos que não precisamos de Cristo, não precisamos dos nossos irmãos. Não sejamos assim tão orgulhosos para sermos lavados. Sejamos o suficiente humildes para aceitar sermos lavados. Não sejamos como Pedro a princípio. Ele não queria ter os pés lavados e, portanto, o Senhor teve de dizer-lhe: “Se eu não te lavar, não tens parte comigo”. Por outro lado, como irmãos, devemos também estar sempre prontos a lavar os pés uns dos outros, executando o trabalho mais baixo e humilde, para compartilhar Cristo com nossos irmãos e revigorá-los. Sendo, entretanto, humildes o bastante para também permitir que sejamos lavados. Somos, algumas vezes, muito orgulhosos para receber ajuda de nossos irmãos, mas necessitamos da comunhão de uns com os outros.
Stephan Kaung, The Life of Our Lord Jesus

Comente com o Facebook:

Um comentário:

DAM disse...

Es bueno recordar que somos "miembros los unos de los otros" dependientes en amor y humildad. A veces, Dios tiene que tratarnos en nuestra autosuficiencia para necesitarnos, nos hace pasar por situacions difíciles sólo para sentir el amor de los hermanos y el cobijo de su Cuerpo, la Iglesia.
Gracias al Señor por los hermanos, cada uno refleja un pequeño matiz de nuestro Señor, y juntos somos una Iglesia Gloriosa, santa sin mancha y sin arruga. Gracias Señor!